quinta-feira, 21 de maio de 2009

Precisa-se de Mão de Obra

Empresas apresentam perfil do profissional escasso no mercado e com empregabilidade garantida

 

Uberlândia (MG) – Como será o profissional do futuro? Quais áreas de Tecnologia da Informação mais vão gerar mais emprego e do que o setor mais precisa?

 

Na contra mão da tendência social, os patrões passaram a ir em busca dos empregados no mercado de TI, graças à espantosa expansão do setor no país.

 

A empregabilidade atingiu índices históricos, mas esbarra na falta de qualificação de mão de obra. O crescimento de vagas tem sido imensamente superior à oferta de profissionais especializados.

 

O inusitado momento vem sendo chamado pelos especialistas de "apagão humano" e preocupa as empresas que poderiam estar gerando novos empregos e contribuindo mais para o desenvolvimento do país.

 

Uma das alternativas para sanar a carência de profissional tem sido chamar a atenção das futuras gerações do Brasil para esta incrível oportunidade de solidificação da carreira com ganhos justos e crescentes.

 

Por isso, jovens em busca do primeiro emprego ou afoitos por incentivos que levem à descoberta da própria vocação, participaram, em Uberlândia, da 3ª edição do Encontro Uniube de Tecnologia, Empreendedorismo e Ciência – Enutec - que bateu recorde de inscritos: 1.500. Ao todo o encontro reuniu cerca de 2.000 pessoas entre acadêmicos, convidados e alunos do ensino médio e universitário.

 

Os inscritos tiveram a oportunidade de conhecer as empresas mais bem conceituadas do setor. Uma delas, a Invit que tem mais de 13 anos de mercado e atuação em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte e que conta em seu portfólio com clientes como: Aché, Votorantim, Amil, BV Financeira, TJSP dentre outros.  Nas palestras "Desenvolvendo sua carreira focada na relação com o conhecimento, com os outros e consigo mesmo" e "Desenvolvendo sua carreira focada nas tendências e mudanças constantes da TI", os profissionais da Invit puderam mostrar o que se espera do profissional do futuro. Assunto que eles conhecem bem, afinal hoje a Invit, parceira Gold da Microsoft, é reconhecida por oferecer soluções de TI sob medida e com alto valor agregado.

 

Para Paulo Roberto Oliveira, arquiteto de software na Invit, que ministrou a palestra direcionada a área de TI, foi uma boa oportunidade para trocar ideias: "Boa parte do público foi de estudantes que logo estarão no mercado de trabalho, por isso trocar experiências e impressões foi muito válido para ambas as partes", comenta.

 

Cumprindo a meta de trazer novidades, o Enutec ofereceu ainda minicursos, e mostras de produtos e serviços. O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) foi o tema da palestra do deputado Gilmar Machado (PT) que assegurou que o programa não trata apenas de obras, mas de ações planejadas, principalmente no setor de infraestrura e as engenharias. 

 

Já o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Alberto Portugal, tratou das ações do governo de Minas para implantar projetos de ponta e que ampliem mercado de trabalho e a receita do Estado. 

 

De fato, em todas as palestras, a unanimidade foi de que o país precisa, e com urgência, fomentar o mercado de trabalho na área na mesma medida em que deve capacitar e desenvolver o capital humano. Um desafio que ainda deve ser pauta de muitas discussões.

 

Lead Comunicação – Assessoria de Imprensa Invit Information Services

www.leadcomunicacao.com.br





--
http://www.farolcomunitario.com.br